406 + 4108 = Centro + Savassi + Cruzeiro + Mangabeiras

Com a implantação do Move na Avenida Pedro II diversas alterações vem provocando a revolta dos usuários da extinta linha 2402 – São Bernardo Nossa Senhora da Glória. A Ausência de participação da população nas comissões de controle social pode ser considerada uma das causas da alteração ter pego de surpresa os usuários. Especialmente aqueles que deslocam do bairro Glória para o Padre Eustáquio a noite e nos finais de semana. Estes usuários ainda continua sem alternativas.

Mas um situação passou batida e pouca pessoas tem conhecimento. A linha 406  (Pindorama – Ponto da Estação), que faz a conexão com a linha 5550 (Estação Pampulha), também faz conexão com a linha 4108 (Pedro II –  Mangabeiras). que tem pista exclusiva na Avenida Pedro II. Após embarcar nesta linha no Ponto da Futura Estação São José é possível é possível chegar ao centro de Belo Horizonte no horário de pico em no máximo 20 minutos.

Vale lembrar que esta pista exclusiva é fruto da luta das lideranças comunitárias quando a Prefeitura anunciou que não iria fazer o BRT na Avenida Pedro II.  Sabemos que a pista exclusiva ainda gera discórdia principalmente entre os comerciantes. Mas os beneficios para aqueles que se deslocam de ônibus e priorizam o transporte coletivo em detrimento do individual ainda é maior.

Enfim agora é possível se deslocar do São Salvador, Glória, Coqueiros e Pindorama  para a Região da Savassi, Cruzeiro e Mangabeiras pagando somente 3,40. E vice-versa.

Ida: 406 (R$ 2,45) + 4108  (0,95)  Total R$ 3,40

Volta: 4108 (R$ 3,40) + 406 (R$ 0,00) Total R$ 3,40

VOZ DOS JOVENS DO BAIRRO SÃO SALVADOR SE JUNTA AO CORO DOS INSATISFEITOS

Andam dizendo por aí, que os jovens estão indo as ruas sem saberem exatamente o por quê. Somos obrigados a discordar!! É mentira! Uma Criança sabe que falta médicos nos centros de saúde, que seus professores recebem mal, que o transporte coletivo é um lixo, que a maioria dos políticos fazem negócios com o dinheiro público e que a atenção dos governos esta voltada para a Copa do Mundo – No caso de BH para a Obra do Mineirão e para o BRT. Só isto já e motivo suficiente para ir as ruas toda semana.

No Caso do Bairro São Salvador, Regional Noroeste de BHte, além dos motivos acima, estamos muito seguros que os investimentos em infra-estrutura e as atenções se voltam para a Copa. As conquistas das comunidades em diversas assembleias do Orçamento Participativo, ficaram para o segundo ou terceiro plano. Fomos desrespeitados e desprestigiadas. São quase 20 Milhões de reais aprovados desde de 2006, para de remoção de famílias da área de Risco da Vila Barroquinha, Urbanização de Rua São Cosme no Novo Glória, Construção de Área de esporte e Lazer São Salvador, da UPA Glória, do Centro de Saúde Coqueiros, além da Trincheira da Praça São Vicente.

Também fomos traídos com o cancelamento do BRT Pedro II/Catalão, que seria um possível legado para os moradores da Noroeste. Nós que temos o pior corredor de acesso ao Centro de Belo Horizonte. A Abertura da Av. Pedro II com a Tancredo Neves já mostrou seus limites de saturação.

Enquanto a maioria dos adultos apodrece e se acostumam com o mundo de injustiças, os jovens vão as ruas viver, se indignar e se aventurar em um mundo onde praticamente tudo é novo, radicalmente novo. Quando os jovens-adolescentes do Bairro São Salvador e Região vão para as ruas, vão com a vontade de somar suas vozes a do coro de insatisfeitos que pipocam por toda a cidade.

O Legado da Copa do Mundo não será de infra-estrutura, nem a geração de Emprego e renda, ou aumento do fluxo turístico pós copa. O principal legado será ter formado uma geração de jovens-adolescentes com a cultura de indignar-se. De não engolir a seco o que tentam nos impor. O legado é a (re)criação, (re)vitalização, (re)invenção de uma cultura de mobilização. Ninguém vai a uma manifestação com 300.000 pessoas e volta para a casa do mesmo jeito.

Juventude Bairro São Salvador 2013 Manifestação Praça 7 Manifestação Praça 7 Noroeste na manifestação praça 7 Manifestação Praça 7 Manifestação Noroeste Área de Esporte e Lazer São Savador Manisfestação Pelas Obras do OP Noroeste BH Manisfestação Pelas Obras do OP Noroeste BH 2013-06-22 09.46.25 cropped-capa.jpg

Manisfestação BH Foto_Anto_Carlos

NOSSA PRIORIDADE É A MOBILIDADE E A UPA NOROESTE. PBH CHEGA DE LERO LERO!!

Carta dos Moradores das Regionais Noroeste e Pampulha para o Prefeito Márcio Lacerda e para os participantes do Ciclo C do Gestão Compartilhada Noroeste

Nós moradores dos territórios NO3 e P4 (bairros São Salvador, Glória, Coqueiros, Alípio de Melo, São José e Jardim Alvorada), vimos por meio desta carta manifestar nossa profunda insatisfação e decepção com o Executivo Municipal pelo cancelamento do BRT Pedro II. Nossa Região tem o pior acesso de Belo Horizonte e sempre está no final da fila das prioridades da Prefeitura. Conquistamos bravamente no O.P. Digital de 2008, melhorias no complexo da Praça São Vicente e até hoje nada! Ficou só na promessa, ainda mais com a transferência da Obra para o DNIT.

 O Bus Rapid Transit – BRT, que reduziria o sofrimento de milhares de trabalhadores e trabalhadoras, que se deslocam diariamente para o Centro de Belo Horizonte, foi cancelado sem diálogo com o movimento social da Região. E a desculpa utilizada pela P.B.H. foi de que não teria dinheiro para as desapropriações. Isso no mesmo ano em que a Prefeitura aumentou o IPTU em 100% e em que a Presidenta Dilma liberou verbas para diversos projeto de transporte e trânsito com o objetivo de resolver os problemas de mobilidade para a Copa de 2014.

 Com o cancelamento do BRT Pedro II, vimos um movimento de comerciantes e empresários da Avenida Pedro II comemorar aos quatro cantos, após diversas reuniões com representantes do Executivo Municipal, o fim do projeto, passando a impressão de que a P.B.H. se preocupou mais em resolver a questão desde seguimento, do que do povo!! Dos trabalhadores e trabalhadoras que gastam até 2 horas em horário de pico para percorrer 11 quilômetros até o Centro da cidade. Os mesmo que confiaram no compromisso de campanha que este governo seria para o Povo.

 Todas os benefícios e legados prometidos com a vinda da Copa do Mundo para BH não chegarão aos moradores das Regionais Noroeste e Pampulha. Muito pelo contrario, assistimos a FIFA alugando o pais com suas coorporações, e a uma especulação imobiliária absurda, que tomou conta da toda cidade em função do “Mega Evento”. Tal especulação vem inclusive comprometendo a compra de terrenos indicados pelas comunidades, que aprovaram obras no Orçamento Participativo, como é o caso da UPA Noroeste no Bairro São Salvador, que em 2008 foi avaliado, por técnicos da PBH em R$ 1.400.000,00, e que hoje, dizem valer R$ 3.500.000,00.

 Queremos o legado da Copa do Mundo com melhorias na mobilidade urbana. Exigimos a retomada do Projeto BRT Pedro II, e até sua conclusão, a disponibilização imediata de pista exclusiva para ônibus em toda a extensão da Pedro II, acabando com o estacionamento lateral (Do São José até a Estação de Metrô Lagoinha).

 Exigimos a imediata Ordem de Serviço para construção da UPA Noroeste, em respeito as 5.000 pessoas que compareceram a Assembleia do Orçamento Participativo de 2008, no Terreno indicado pelas comunidades que aprovaram e lutaram pelo empreendimento. (Avenida Amintas Jaques de Morais com Brigadeiro Eduardo Gomes). O Atendimento à saúde da população não pode mais esperar.

 Assinam este documento:

Comunidade Kolping Padre Teodoro da Vila Belém (Bairro São Salvador / Glória) – NO3;

Associação Moradores Bairro Coqueiros – NO3;

Associação dos Moradores do Bairro São José – P4;

Associação Moradores Bairro Jardim Alvorada – P4.

 Belo Horizonte 10 de Novembro de 2011