VEREADORES E COMUNIDADE BUSCAM GARANTIR UPA DO GLÓRIA

Do Site da Câmara Municipal – Quarta-feira, 21 Março, 2012

984

Moradores e parlamentares vão buscar alternativas para garantir a construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no bairro Glória, na Regional Noroeste, a única entre as nove do município que ainda não possui um centro de urgência e emergência do tipo. O tema foi debatido nesta quarta-feira (21/3) em audiência pública da Comissão de Saúde e Saneamento da Câmara Municipal, a requerimento da vereadora Neusinha Santos (PT). A obra, que foi aprovada no Orçamento Participativo de 2008 (OP), deveria ser iniciada em setembro de 2011, mas o processo foi paralisado após o valor de desapropriação do terreno ser dobrado, chegando a R$ 8 milhões.  

O projeto inicial aprovado no OP previa orçamento de R$ 4,5 milhões para construir a UPA em uma área de 4,6 mil metros quadrados. Segundo a arquiteta da Divisão de Projetos da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), Renata Moraes, o espaço não seria suficiente para comportar a tendência atual de se construir UPA’s de porte maior. Além disso, cerca de 30% dessa área ficou comprometida por causa da reserva de espaço que se tornou necessária, com a perspectiva de alargamento de uma das avenidas para as obras do Programa de Estrutura Viária de Belo Horizonte (Viurbs).

Com a revisão do projeto, a área total a ser desapropriada passou a ser de aproximadamente 7 mil m2, incluindo espaço para prédio, estacionamento e um percentual de 30% de terreno permeável. De acordo com a gerente da Divisão de Projetos da Sudecap, Lizana Sampier, a Prefeitura dispõe de apenas de R$ 3 milhões para desapropriação, além de R$ 3,6 milhões de recursos próprios para obra e R$ 1,95 milhões de transferência do governo federal.

“O que são R$ 8 milhões para atender a saúde de uma população pobre de 200 mil pessoas na região?”, questionou Neusinha Santos. A vereadora lembrou o processo de mobilização da comunidade para aprovar o projeto da UPA do bairro Glória no OP, que chegou a reunir 6 mil pessoas. Os moradores precisam recorrer à UPA da Regional Pampulha e ao Hospital Odilon Behrens, o que dificulta o atendimento em caso de urgência e emergência.

Durante a audiência, o líder comunitário Joaquim José leu um ofício enviado pela Sudecap em 1991, informando que a área onde poderá ser implantada a UPA do Glória já teria sido desapropriada. “Estão querendo desapropriar um terreno que já é da PBH pagando R$ 8 milhões”, criticou. As representantes da Sudecap informaram que levarão o ofício para análise do setor jurídico da autarquia.

Obra necessária

A secretária municipal adjunta de Saúde, Suzana Rates, reconheceu a necessidade de construção de uma UPA na Regional Noroeste. Atualmente, segundo ela, o Odilon Behrens conta com um serviço de pronto atendimento que recebe 580 pacientes por dia, sendo 75% da Regional Noroeste. No entanto, ela destacou que o espaço é limitado.

Entre os encaminhamentos da audiência, a vereadora Neusinha Santos anunciou que fará uma visita técnica ao local junto com os moradores e representantes da Secretaria Municipal de Saúde a fim de avaliar outras áreas que poderiam sediar a UPA no bairro.

Além disso, a vereadora solicitou à representante da Regional Noroeste, Lucy Conceição Caldeira Ferraz, que sejam fiscalizados os alvarás e títulos de propriedade dos terrenos cuja ocupação poderia estar irregular.

Também participaram da reunião a gerente de Urgência e Emergência da Secretaria Municipal de Saúde, Paula Martins, o membro da Conforça da Regional Noroeste, Ivanir José Vitor Maciel, e o presidente da Comunidade Kolping Padre Teodoro da Vila Belém Rafael Frois.

Superintendência de Comunicação Institucional

http://www.cmbh.mg.gov.br/noticias/2012-03/vereadores-e-comunidade-buscam-garantir-upa-do-gloria

Finalmente: Area de Esporte e Lazer!!!

Após 7 anos de Luta, a Área de Esporte e Lazer do Bairro São Salvador finalmente irá sair do papel. Sexta-feira (06/05) A Prefeitura deu a Ordem de Serviço para empresa que venceu a licitação iniciar a construção do empreendimento que foi aprovado pelos moradores do Bairro no Orçamento Participativo de 2007/08.A empresa tem 300 dias para entregar a Obra a Comunidade.

Vale lembrar que deste a aprovação (2006), a comunidade teve diversos embates com os secretários da Prefeitura e empresários para garantir a construção do equipamento, foram várias reuniões e protestos. Sem o apoio de nenhum vereador!!! Por falar nisto a vereadora Neusinha Santos já colocou uma faixa na Avenida fazendo mensão a Obra. Vale Lembrar que o coletivo da Juventude Kolping rompeu com o seu mandato pela sua falta de apoio em somar esforços para lutar pela construção deste empreendimento, no local indicado pela Comunidade – Terreno da Mate Couro.

Memória

A construção de um equipamento de Lazer no Bairro é uma reinvindicação antiga dos moradores, em especial dos jovens e dos produtores culturais.  Em 2004 um Coletivo formado por jovens das Rua Tigre, Eufrates, Conceição da Barra e Iporanga. Skatistas, rolers, bikes, músicos, grafiteiros e integrantes da Juventude Kolping iniciaram a discussão que levou os moradores a se organizarem a lutar por esta demanda no Orçamento Participativo.

O Equipamento

O equipamento será construído no terreno Localizado na Avenida Amintas Jaques com Asíria – Campo de Futebol da Mate Couro.  No Projeto tem: Uma Quadra Poliesportiva Coberta com Arquibancada, vestiários e área administrativa; Pista de Skate; Playground para as Crianças; Equipamentos de musculação; Estacionamento e Area para Shows.

Rafael Frois –

Solicitante da Obra – Membro da Comforça Noroeste deste 2005

Vice-Presidente Obra Kolping de Minas Gerais




Finalmente: Area de Esporte e Lazer!!!

Após 7 anos de Luta, a Área de Esporte e Lazer do Bairro São Salvador finalmente irá sair do papel. Sexta-feira (06/05) A Prefeitura deu a Ordem de Serviço para empresa que venceu a licitação iniciar a construção do empreendimento que foi aprovado pelos moradores do Bairro no Orçamento Participativo de 2007/08.A empresa tem 300 dias para entregar a Obra a Comunidade.

Vale lembrar que deste a aprovação (2006), a comunidade teve diversos embates com os secretários da Prefeitura e empresários para garantir a construção do equipamento, foram várias reuniões e protestos. Sem o apoio de nenhum vereador!!! Por falar nisto a vereadora Neusinha Santos já colocou uma faixa na Avenida fazendo mensão a Obra. Vale Lembrar que o coletivo da Juventude Kolping rompeu com o seu mandato pela sua falta de apoio em somar esforços para lutar pela construção deste empreendimento, no local indicado pela Comunidade – Terreno da Mate Couro.

Memória

A construção de um equipamento de Lazer no Bairro é uma reinvindicação antiga dos moradores, em especial dos jovens e dos produtores culturais.  Em 2004 um Coletivo formado por jovens das Rua Tigre, Eufrates, Conceição da Barra e Iporanga. Skatistas, rolers, bikes, músicos, grafiteiros e integrantes da Juventude Kolping iniciaram a discussão que levou os moradores a se organizarem a lutar por esta demanda no Orçamento Participativo.

O Equipamento

O equipamento será construído no terreno Localizado na Avenida Amintas Jaques com Asíria – Campo de Futebol da Mate Couro.  No Projeto tem: Uma Quadra Poliesportiva Coberta com Arquibancada, vestiários e área administrativa; Pista de Skate; Playground para as Crianças; Equipamentos de musculação; Estacionamento e Area para Shows.

Rafael Frois –

Solicitante da Obra – Membro da Comforça Noroeste deste 2005

Vice-Presidente Obra Kolping de Minas Gerais




Area de Esporte e Lazer: Daqui no máximo 1 mês Ordem de Serviço

A boa Notícia

A ordem de Serviço para execução da Area de Esporte e Lazer do Bairro São Salvador será dada até 15 de Março de 2011. Foi o que anunciou o representante da Sudecap, na 1ª Reunião do Ano da Comforça Noroeste. A noticia já havia sido antecipada na Reunião da Comforça Municipal na qual o bairro tem dois representantes (Ivanir Maciel e eu – Rafael Frois).

O Projeto

Para quem não e lembra a Area de Esporte e Lazer foi aprovada no Orçamento participativo de 2006 para ser executada em 2007/08. A Obra será construida no Terreno da Avenida Amintas Jaques de Morais esquina com Asiria e Jerusalem. No projeto esta previsto a construção de um Ginásio Poliesportivo com arquibacada e vestiários, playground para crianças, area de musculação, mesas de jogos, Pista de Skate além de uma area para apresentações culturais.

Mão de Obra Local

A PBH esta cadastrando trabalhadores interessados em trabalhar nesta e em outras obras em execução na regional Noroeste. Os interessados podem procurar o gerente Regional do O.P. Pelo telefone 3277-7682. Segundo informou os representantes da Regional a cidade carece em mão de obra na cosntrução civil.

Ainda sobre o Lazer em Belo Horizonte

Belo Horizonte cresceu de forma desordenada fazendo com que houvesse desníveis relacionados a infra-estrutura urbana da cidade, entre as regiões centrais e as periféricas. Observa-se que existe uma concentração na Regional Centro-Sul dos melhores equipamentos específicos de lazer (Praças, parques, museus, cinemas, teatros etc). Esses espaços além de privilegiarem historicamente uma pequena camada da população da cidade, recebem 40% dos recursos advindos da lei e Incentivo a Cultura Municipal, fazendo com que os eventos culturais gratuitos fiquem centralizados nesta regional.

A Area de Esporte e Lazer do bairro São Salvador além de somar esforços para fazer uma reparação hitórica, abre possibilidade para que a comunidade experimente outras formas de uso do tempo livre. Já que o lazer pode abrir múltiplas possibilidades capazes de contrapor ações da indústria cultural, que enxergar o lazer somente como um mercadoria a ser consumida.

Mais Informações

 

Finalmente Area de Esporte e Lazer será Licitada

Enviado por Rafael Frois

Hoje recebi um e-mail do professor Sidnei, morador do bairro São Salvador sobre novidades do das Obras do O.P. Confesso que não coloquei muita fê porque as respostas são patronizadas e já tínhamos  esgotado quase todos os recursos para pressionar a PBH. Entre Eles: Rede Globo, Bandeirantes, Rede Record, Super, You Tube, mail list, twitter e Ouvidoria da PBH.

Na Semana passada estive na reunião da Comforça Municipal, onde estavam presentes o Prefeito Lacerda, O Helvecio – Planejamento e o Murilo Valadares. Todos disseram que a questão São Salvador já tinha sido resolvida. E o prefeito disse que tinha assinado vários decretos.

O decreto de utilidade pública não foi publicado ainda mas para minha surpresa foi publicado no Diário Oficial do Município a Licitação da Obra.

Valeu Dinei, foi a melhor notícias dos últimos 4 anos. Não aguentávamos mais  enviar e-mail para a gerência dos O.P.s

Eu só acreditei vendo. Entra lá galera:

DOM do dia 21 de Agosto

E depois deixe um comentário.

Prefeitura incentiva equipamento de lazer privado e abandona os públicos

Enquanto a Prefeitura estimula equipamentos culturais privados, para estimular o que ela esta chamando de turismo culural, alguns equipamentos públicos de lazer conquista pelas comunidades no Orçamento Participativo são deixados de lado pela administração municipal.  Este final de semana visitando aguns equipamentos especificos de lazer da Regional Noroeste e Pampulha para uma pesquisa que estou realizando sobre o uso dos equipamentos de lazer pelos jovens de 15 a 19,  fiquei chocado com as diferenças entre os equipamentos.

Centros Culturais

Enquanto crianças tentavam entrar no Centro Cultural Pampulha no Bairro Urca, no Centro Cultural Padre Eustáquio – Bairro Minas Brasil, acontecia uma roda de forro vazia. No caso especifico deste Centro Cultural virou rotina eventos vazios por incrivel que pareça os gestores do espaço não conseguem chegar no público dos eventos que aocntecem ali. O grupo é de ótima qualidade inclusive conheço os musicos de renome na cidade mas não tinha público. Tenho certeza que muita gente queria estar ali. Mas ninguem nunca fica sabendo de nada, ninguem que mora do anel rodoviário para baixo (região do Alipio de Melo e Glória) mas especificamente as unidades de planejamento 4 e 5 da Regional Noroeste – caso algum gestor esteja lendo este post.

Parque Ecológico

Agora de arrepiar mesmo é a diferença entre o Parque Ecologico da Pampulha para o Parque Maria do Socorro – Ao Lado do Aeroporto Carlos Prates.

Primeiro lotado!!! Muitas crianças soltando papagaio, familias fazendo piquenique, guarda municipal, vigilante, policia militar ambiental e os equipamentos novos e bem conservados, parecia com os parques de Buenos Aires, Santiago e São Paulo, fiquei dos gestores do Parque.

O outro tinha um vigilante (dizem que são dois mas só vi um), nada de guardas municipais. A Entrada pelo Anel estava fechada, para chegar a outra entrada tive que seguir pelo bairro Jardim Montanhes, não havia nenhuma sinalização, nem para chegar ao parque e nem na entrada  informando que ali tem um parque. Os equipamentos quebrados e fechados. Dois garotos brincavam naquela que é considerada pelos skatistas uma das melhores pista de skate do Estado de Minas Gerais. No campo de futebol tinha fila de times para jogar mas os vestiários estavam fechados. 

Não resistir e conversei com as pessoas que estavam usando o espaço e a revolta era geral com o descaso da Prefeitura reclaram das promessas para gramar o campo de futebol, reclaram que os vestiarios ficam fechados no horário que deveria estar aberto, reclaram das promessas da quadra coberta e do estacionamento da entrada pelo Anel, principal acesso de carros fechado.

De fato ele esta esquecido no site da PBH não existe nem a página do Parque Maria do Socorro e o que mais assusta é que ele foi inaugurado em 2004.

Ali era para estar lotado!!! Tempos de papagaio em uma das partes mais altas da cidade!! Além do atrativo de ver os aviões e helicopteros decolando de pertinho

Mais adiante no Parque Vencesli Firmino – Alipio de Melo, obra aprovada no O.P. vi uma inicitiva muito interessante de jovens skatistas empreendedores. No próximo post eu conto!!!!

Tirem suas conclusões e não tenham medo de deixa seu comentário

 Rafael Frois 27 é Turismólogo (PUC-MG), Educador Social e estar se especializando em Lazer pela UFMG